Artrose do pé - causas, primeiros sintomas e manifestações, diagnóstico, tratamento com medicamentos e ginástica

Dor durante o movimento, marcha prejudicada - sinais que requerem tratamento por especialistas. A artrose do pé, afetando as articulações das extremidades inferiores, apresenta sintomas desagradáveis, mas se a patologia for detectada no estágio inicial, há uma chance de interromper seu desenvolvimento com a ajuda de medicamentos e remédios populares. Por que a doença ocorre, por quais métodos ela é tratada - sobre isso na revisão dos métodos de cura dos pés.

O que é artrose do pé

Esta doença é conhecida como doença crônica degenerativa. A artrose das articulações do pé é caracterizada pelo desgaste da cartilagem intra-articular, inflamação dos tecidos moles, processos metabólicos prejudicados e circulação sanguínea neles. A patologia é acompanhada por:

  • dores agudas;
  • distorção da forma dos dedos;
  • mobilidade limitada das articulações;
  • problemas para caminhar
  • imobilização do pé;
  • deficiência quando negligenciada.

Sintomas

As síndromes da dor são um sinal comum de patologias nos pés. Eles podem ser amplificados com estresse prolongado. Os sintomas da artrose do pé são observados:

  • rigidez dos movimentos pela manhã;
  • deformando mudanças nas articulações;
  • fadiga ao caminhar;
  • violação da marcha - apoiada na borda externa do pé;
  • inchaço, vermelhidão da articulação;
  • o aparecimento de calos na sola;
  • rigidez muscular;
  • trituração ao caminhar.

A artrose das pequenas articulações do pé afeta a cartilagem, acompanhada por:

  • dor dolorida e ardente durante o esforço, desaparecendo em repouso;
  • o desenvolvimento de artrite reumatóide da articulação do quadril;
  • febre local;
  • desempenho reduzido;
  • uma mudança na posição do corpo devido ao desejo de aliviar uma articulação dolorida;
  • função articular comprometida;
  • o aparecimento de crescimentos ósseos;
  • tensão muscular;
  • derrota do primeiro dedo;
  • torcendo os adjacentes.

Razões

O desenvolvimento da osteoartrose do pé contribui para um grande número de fatores. Isso inclui causas externas e problemas de saúde. A artrose do pé se desenvolve como resultado:

  • formação inadequada das articulações;
  • alterações degenerativas;
  • patologias do sistema endócrino;
  • pés chatos;
  • distúrbios metabólicos;
  • deformação dos dedos dos pés;
  • usando sapatos - estreitos e desconfortáveis;
  • lesões, entorses.

O desenvolvimento de doenças dos pés contribui para:

  • destruição de cartilagem causada por idade avançada - artrose primária;
  • formação anormal da perna;
  • congelamento, hipotermia das pernas;
  • curvatura do polegar;
  • desenvolvimento de um dedo em forma de martelo;
  • transferência de peso;
  • excesso de peso corporal;
  • estrutura larga para os pés;
  • diferentes comprimentos das pernas;
  • doenças autoimunes;
  • interrupções hormonais;
  • distúrbios biomecânicos durante o movimento do pé;
  • lesões infecciosas das articulações;
  • sapatos de salto alto;
  • processos inflamatórios crônicos.

Fatores de risco

Há circunstâncias que provocam alterações patológicas nos pés. Violações podem ocorrer na infância quando a criança dá os primeiros passos. Os fatores de risco nos quais a artrose secundária do pé se desenvolve são:

  • gravidez
  • predisposição genética;
  • alto crescimento;
  • esportes com uma carga constante nas pernas - boxe, futebol;
  • aulas profissionais de balé, dança;
  • uma forte rejeição de cargas esportivas;
  • desnutrição;
  • falta de vitaminas, minerais;
  • displasia da anca.

Graus de doença

Dependendo da manifestação dos sinais clínicos do processo inflamatório do pé, é habitual distinguir os estágios de desenvolvimento da patologia. Isso ajuda na descrição da doença, na nomeação de medidas terapêuticas. Os graus da doença com manifestações características são diferenciados. É aconselhável consultar um médico se você tiver sintomas do primeiro estágio inicial, que é acompanhado por:

  • o aparecimento de dor no pé após uma longa caminhada, trabalho duro;
  • fadiga.

Características da manifestação de outros graus de artrose:

  • segundo - a dor é intensificada, a mobilidade é limitada, calos nos calcanhares, espessamentos nos dedos em locais de danos à articulação;
  • o terceiro - Deformação significativa do pé, aparência de claudicação, mobilidade limitada ou sua ausência, durante o exame radiológico, é observado na figura um estreitamento dos espaços articulares.

Possíveis consequências

O objetivo da cartilagem articular é proteger os ossos. A artrose das articulações interfalângicas do pé leva a uma alteração nesses tecidos. Cartilagem deixa de se depreciar, começa a entrar em colapso. Tudo isso aumenta a carga na articulação e causa:

  • o aparecimento de crescimentos ósseos;
  • distúrbio circulatório;
  • deformação do dedo;
  • fixando-os em um estado curvo.

Tais mudanças são difíceis de tratar. A artrose das pernas, se não for tratada quando os primeiros sinais da doença aparecerem, pode provocar:

  • dor insuportável durante o toque;
  • crescimentos ósseos significativos;
  • desenvolvimento de inflamação do saco periarticular - bursite do pé;
  • o aparecimento de artrite das articulações;
  • completa imobilidade do pé;
  • incapacidade

Diagnóstico

Se você tiver sintomas de artrose, consulte um ortopedista. Um especialista experiente excluirá outras doenças que apresentam sintomas semelhantes. O diagnóstico começa com uma história médica, análise de reclamações, exame externo, que estabelece:

  • parâmetros do pé;
  • a presença de deformação do pé;
  • mudanças do primeiro dedo;
  • inchaço, vermelhidão;
  • movimento limitado na articulação.

Para esclarecer o diagnóstico:

  • exame de sangue bioquímico geral para identificar o processo inflamatório;
  • Exame de raios-X - revela um estreitamento de rachaduras nas articulações, alterações na cartilagem, o grau de desenvolvimento da patologia;
  • tomografia computadorizada - examina a situação com músculos, ligamentos, tecido ósseo;
  • artroscopia - avalia o estado interno da articulação.

Tratamento da artrose do pé

Os médicos dizem - para curar completamente a doença não funciona. Você pode aliviar a condição, aliviar os sintomas, impedir a destruição final das articulações. Portanto, é importante iniciar o tratamento quando os primeiros sinais aparecerem. Os médicos oferecem aos pacientes:

  • fármacos anti-inflamatórios para administração oral e externa;
  • fisioterapia;
  • ginástica médica;
  • medicina tradicional.

Para melhorar a condição do paciente, marque:

  • calçado ortopédico;
  • palmilhas especiais, suportes para arco que melhoram os processos metabólicos, circulação sanguínea nos tecidos do pé;
  • lama, banhos de água;
  • massagem nos pés;
  • terapia manual;
  • aparelhos para membros;
  • gesso - para imobilização completa do pé;
  • intervenção cirúrgica com estágio avançado de artrose.

Preparações

Para o tratamento da doença do pé, os medicamentos são usados ​​para ajudar a aliviar a condição do paciente. As drogas se distinguem por suas ações. Com artrose do pé, eles recomendam:

  • Medicamentos não esteróides - aliviar a dor, inflamação, reduzir o inchaço. Ibuprofeno - é tomado como prescrito pelo médico, tem contra-indicações.
  • Analgésicos. Spazmalgon - ajuda com dores fortes, é usado em comprimidos, injeções, existem muitos efeitos colaterais.

Os médicos usam medicamentos que melhoram a cartilagem para tratar:

  • Condroprotetores - iniba a degeneração do tecido, pare o dano. Condroitina - acelera o processo de restauração da cartilagem, é usado por via oral duas vezes por dia, é contra-indicado no sangramento, coágulos sanguíneos.
  • Produtos à base de ácido hialurônico. Injeção de ostenil, injetada na articulação, melhora a mobilidade dos ossos metatarsais.

Pomadas

A tarefa dos medicamentos para uso externo é a expansão dos vasos sanguíneos, a ativação da circulação sanguínea. Pomadas ajudam a anestesiar, normalizar a nutrição dos tecidos. Tratamentos populares para osteoartrite:

  • Máximo de glucosamina - melhora o estado estrutural e o metabolismo da cartilagem;
  • Diclofenaco - alivia a dor, a inflamação, aplicada duas vezes ao dia;
  • Indometacina - elimina o inchaço, melhora a mobilidade;
  • Nimesulida - tem um efeito anti-inflamatório, tem um mínimo de contra-indicações.

No tratamento da patologia, são utilizados géis e pomadas para uso externo:

  • Cetoprofeno - alivia dores intensas, reduz a temperatura local, é aplicado em uma fina camada duas vezes ao dia;
  • Apisatron - pomada que contém veneno de abelha, tem um efeito de aquecimento, acelera a circulação sanguínea, processos metabólicos, aumenta a elasticidade dos tecidos conjuntivos.

Os medicamentos para dor nas costas e nas articulações geralmente reduzem a dor e a inflamação, mas não contribuem para a restauração da estrutura da cartilagem. Como meio de melhorar o estado estrutural e o metabolismo da cartilagem, suplementos alimentares podem ser aplicados à linha de alimentos Máximo de glucosamina, que contém dois componentes ativos: glucosamina e condroitina. Essas substâncias são elementos estruturais naturais do tecido cartilaginoso saudável e estão diretamente envolvidas nos processos metabólicos.

Devido à sua natureza natural, são bem absorvidos e estimulam o metabolismo nas células da cartilagem, contribuem para a restauração da estrutura do tecido cartilaginoso após o processo inflamatório.

Ginástica para os pés

No complexo tratamento de doenças degenerativas, muita atenção é dada ao fortalecimento dos músculos e articulações do pé. A ginástica visa alongar os dedos, dobrá-los. É útil realizar exercícios em uma posição propensa:

  • dobre e endireite os dedos pelo menos 20 vezes;
  • faça movimentos rotacionais com pés de 10 em cada direção;
  • da posição do pé no calcanhar, endireite o pé para um estado horizontal e recue 15 vezes.

Diet

Osteoartrose requer nutrição adequada. É necessário limitar o uso de sal, abandonar carboidratos rápidos - panificação, doces, bebidas alcoólicas. A dieta deve ser de baixa caloria, visando reduzir o excesso de peso. A dieta requer a presença de:

  • produtos que contenham vitaminas E, grupo B - amêndoas, massas alimentícias com trigo duro;
  • carne magra, peixe;
  • laticínios ricos em cálcio;
  • legumes;
  • frutas.

Usando sapatos especiais

Para lidar com sintomas desagradáveis, impedir o desenvolvimento da doença ajuda a sapatos feitos especialmente. O efeito terapêutico é prestado por palmilhas ortopédicas. Sapatos adequadamente selecionados contribuem para resolver os problemas do sistema músculo-esquelético:

  • retorna a função de depreciação para o pé;
  • alivia manifestações dolorosas;
  • reduz o processo inflamatório;
  • impede o desenvolvimento de deformação articular.

Fisioterapia

O objetivo dos procedimentos para doenças dos pés é aumentar a circulação sanguínea, eliminar a dor e reduzir a inflamação. A fisioterapia visa aquecer o membro afetado. O curso do tratamento é de 12 a 15 procedimentos. Quando a artrose é prescrita:

  • terapia a laser - acalma, alivia a dor;
  • UHF - ativa a circulação sanguínea, melhora a nutrição dos tecidos;
  • radiação ultravioleta - reduz a sensibilidade das terminações nervosas, diminui o número de sinais de dor enviados ao cérebro, o que facilita a condição;
  • eletroforese;
  • magnetoterapia.

Massagem

Você pode aprender a executar independentemente esse procedimento útil. Massagem ativa processos metabólicos no tecido muscular, melhora a circulação sanguínea, nutrição. Passe das pontas dos dedos em direção à articulação do tornozelo. O procedimento inclui:

  • acariciando, esfregando, girando movimentos para dedos individuais;
  • flexão e extensão de cada um;
  • passar com pressão na superfície da sola, dos lados e da parte superior do pé;
  • estudo da articulação do tornozelo;
  • beliscando, afagando movimentos no calcanhar, tendão de Aquiles.

Tratamento cirúrgico

Se os métodos conservadores de tratamento da artrose não produzirem resultados, a condição do paciente permanece grave, a cirurgia é prescrita. Existem várias técnicas para realizar operações. Usos populares:

  • artroplastia - remover tecidos danificados, substituí-los por seus próprios conectivos ou análogos, formando a articulação correta, mantendo seu movimento;
  • artroplastia - substituição da articulação afetada por um implante artificial;
  • artrodese - as peças são fixadas na posição correta para posterior emenda, enquanto a mobilidade da junta é limitada.

Remédios populares

Você pode aliviar a condição do paciente se usar as receitas da medicina tradicional em casa. Os médicos têm uma atitude positiva em relação a esses métodos no tratamento complexo da artrose. Populares são:

  • comprime de bischofita no pé durante a noite;
  • banhos de mel e sal antes de dormir;
  • tintura de folhas de aloe para compressas;
  • esfregando com veneno de abelha;
  • folhas amassadas de samambaia - aplicadas à noite;
  • bolos de barro curativo nos pés;
  • esfregar as articulações com tintura de verbasco;
  • uma compressa quente de aveia no vapor.

Prevenção

Para excluir a aparência de uma doença desagradável, é necessário seguir regras simples. Um deles é um estilo de vida saudável. Para a prevenção da artrose é necessário:

  • organizar nutrição adequada;
  • limitar a atividade física exorbitante;
  • livrar-se do excesso de peso;
  • reduzir a quantidade de sal ingerido;
  • fortalecer a imunidade para excluir doenças inflamatórias e infecciosas.

Os métodos preventivos para o desenvolvimento de artrose incluem:

  • o uso de sapatos confortáveis ​​com solas flexíveis, palmilhas ortopédicas;
  • exclusão de salto alto;
  • ginástica para as articulações do pé;
  • descalço anda na grama, areia;
  • evitar lesões nos membros inferiores;
  • a exclusão de hipotermia das pernas;
  • auto-massagem da sola;
  • tratamento oportuno de doenças inflamatórias.

Foto artrose do pé

Suplemento alimentar. Não é uma droga.

Atenção! As informações apresentadas no artigo são apenas para orientação. Os materiais do artigo não requerem tratamento independente. Somente um médico qualificado pode fazer um diagnóstico e fazer recomendações de tratamento com base nas características individuais de um paciente em particular.